BELO HORIZONTE (04/12/2018) - O Brasil possui uma área cultivada com grãos sob Sistema Plantio Direto (SPD) estimada em 32 milhões de hectares. Trata-se de um tipo de manejo de solo que possibilita diversos benefícios ambientais e a sustentabilidade da produção. A nova edição da Revista Informe Agropecuário sobre Sistema Plantio Direto no Cerrado apresenta a evolução e inovações deste sistema.

A adoção desta tecnologia pelos produtores brasileiros, a partir da década de 1970, é considerada um marco no que se refere à conservação e à preservação dos solos do País. Entre os benefícios do SPD destacam-se aumento da matéria orgânica e atividade biológica do solo, diminuição da erosão laminar e carreamento de fertilizantes e agrotóxicos para os mananciais.

Esta edição do Informe Agropecuário mostra a importância da adoção do SPD no Cerrado para a manutenção da fertilidade do solo, manejo de pragas, doenças e plantas daninhas em culturas anuais de grande relevância como soja, milho, trigo, arroz, feijão e sorgo.

O Informe Agropecuário Sistema Plantio Direto no Cerrado teve a coordenação dos pesquisadores da Epamig José Mauro Valente Paes e Alex Teixeira Andrade.

Mais informações:

Epamig - Divisão de Negócios Tecnológicos
Telefax: (31) 3489-5002
e-mail: publicacao@epamig.br
Páginas: 120
Preço: R$15,00