BELO HORIZONTE (20/12/2018) – As Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes) assinaram, nesta quinta-feira (20/12), acordo de cooperação técnica, visando à utilização dos recursos de webconferência, videoconferência e do Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA MOODLE para a capacitação e orientação de representantes governamentais e da sociedade civil. 

Este acordo permitirá a realização de cursos de capacitação de técnicos de nível superior para a aplicação da metodologia ZAP (Zoneamento Ambiental Produtivo) nas bacias hidrográficas de Minas Gerais. A metodologia ZAP permite ao técnico a realização de um diagnóstico preciso das bacias hidrográficas, viabilizando a sistematização das informações sobre seu potencial produtivo levando em consideração as limitações do uso dos recursos naturais. São informações fundamentais para o produtor fazer a adequação socioeconômica e ambiental da propriedade, com foco na sustentabilidade.

Segundo o Secretário de Agricultura Amarildo Kalil, o uso da ferramenta exige conhecimento de georreferenciamento, tratamento de imagens, uso de satélites, demandando treinamento específico dos técnicos. “A Secretaria de Agricultura tem o conhecimento, mas não possui a estrutura necessária para a universalização da metodologia, por isso é fundamental essa parceria com a Sedectes, que vai permitir o uso da estrutura tecnológica e da rede UAITEC para a capacitação de um maior número de técnicos para uso da metodologia”, avalia.

O Superintendente de Inovação Social da Sedectes, Henrique Vieira, destacou a importância da parceria. “A rede UAITEC está presente em mais de cem municípios mineiros. Nesta parceria com a Seapa, o curso da Metodologia ZAP será realizado como projeto piloto, inicialmente, em três municípios. É uma parceria importante que vem aumentar a capilaridade da rede e reforçar as parcerias que são fundamentais para a execução do Programa Minas Digital.

De acordo com o assessor especial da Seapa, professor Luciano Baião Vieira, já existe a programação para a realização do curso em 2019. O lançamento oficial será no dia 1º de fevereiro com a abertura das inscrições. O curso semipresencial, com carga horária de 160 horas, terá início no dia 11 de março e o término previsto para 14 de junho.

Cepa Virtual

A Secretaria de Agricultura também está viabilizando a implantação do Cepa Virtual, plataforma digital pensada estrategicamente para facilitar a interação, discussão e troca de informações e propostas entre os representes das 17 câmeras técnicas que compõem o Conselho Estadual de Política Agrícola de Minas Gerais.

“O Conselho reúne mais de 400 representantes das cadeias produtivas, que estão localizados em várias regiões do estado e o deslocamento dificultava a interação entre todos os participantes. A ideia do Cepa Virtual, também elaborada em parceria com a Sedectes, é eliminar a barreira da distância e ampliar a capacidade de discussão, que é fundamental para todo o setor agropecuário”, afirma o Superintendente de Desenvolvimento Agropecuário da Seapa, Carlos Bovo.

Os recursos

Webconferência – É um serviço utilizado por meio da internet, que permite que dois ou mais participantes se encontrem virtualmente, com possibilidade de compartilhamento de conteúdo como apresentações, voz, vídeo, textos ou arquivos via web.

Videoconferência – O sistema possibilita comunicação virtual entre pessoas dispersas geograficamente por meio de uma rede de telecomunicações para transporte de vídeo, áudio e dados em tempo real.

Plataforma AVA MOODLE – É um sistema de gerenciamento de cursos, desenvolvido na filosofia do código livre, que permite criar fóruns, bate-papos, testes, pesquisas de opinião, quadro de notas, utilizando o método de Ensino à distância on line (EaD).