BELO HORIZONTE (5/6/2019) – Além de orientar os produtores na produção e comercialização de alimentos saudáveis, a Emater-MG desenvolve ações importantes para a preservação ambiental. Um exemplo é o trabalho em parceria com a Cooperativa Mista Agropecuária de Paraguaçu (Coomap), no Sul de Minas Gerais, que resultou na implantação de um projeto de tratamento da água no meio rural, beneficiando mais de 500 famílias.

Uma análise encomendada pela cooperativa identificou que, de um total de 400 propriedades rurais, 306 consumiam água contaminada. Preocupada com a situação, a Coomap procurou a Emater-MG para elaboração de um projeto técnico.

O primeiro passo foi a conscientização dos moradores por meio de dias de campo e demonstrações técnicas. “Todas as nossas ações envolvem a sustentabilidade econômica, social e ambiental. Um conjunto de fatores para melhorar de vida de nossos cooperados”, afirma o presidente da Coomap, Nilson Andrade.

O projeto propôs a proteção de nascentes. Os locais foram cercados, evitando a aproximação de animais. Também ocorreu o plantio de árvores nativas. Depois veio a instalação de mais de 400 filtros de areia próximos às propriedades. Esses filtros eliminam materiais como iodo, grãos de areia, folhas, resíduos de encanamento e outras impurezas em suspensão na água. Também remove a turbidez, melhorando a cor e o sabor. Os filtros são compostos por tambores de 200 litros, que são preenchidos com brita e areia.

Para finalizar, os moradores receberam cloradores. Os aparelhos servem para clorar a águas das caixas d’água, eliminando microrganismos, como fungos e bactérias presentes na água. A Coomap ficou responsável pelos filtros de areia e cloradores, além da instalação nas propriedades. Os moradores deram uma contrapartida de R$ 64,00 cada. A Emater-MG prestou assistência durante todo o desenvolvimento do projeto.

“Até o momento já foram instalados os equipamentos em 492 propriedades, beneficiando mais de 500 famílias, pois, em algumas propriedades, residem mais de uma família”, diz o técnico da Emater-MG, Irai Cássio Ferreira de Souza.

Ao todo, 11 comunidades foram beneficiadas com o projeto. “Hoje, todos os nossos cooperados consomem água potável. E o trabalho não acabou. É uma ação continuada, em que atenderemos novas demandas”, diz o gerente-geral da Coomap, Renato José de Melo.

O cafeicultor José Ramos e sua família foram beneficiados. Em uma das casas da propriedade, moram o produtor e sua esposa. Na outra, vivem a filha do casal, o genro e o neto, de 11 anos. Antes do projeto, segundo José Ramos, a água chegava suja à propriedade. Mas agora, isso mudou. “Água agora é limpa e boa. Melhorou até a nossa saúde”, conta.