O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, participou nesta terça-feira (9/7), em Belo Horizonte, da posse da nova presidente da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), Nilda de Fátima Ferreira Soares. Durante o evento, foi lançado um novo produto, fruto de pesquisas da instituição: o espumante produzido em Caldas, no Sul de Minas, com técnica similar à francesa "champenoise” e que será comercializado a partir do próximo mês. A vitivinicultura é um dos focos de desenvolvimento de tecnologias da Epamig atualmente e a técnica já tem sido utilizada em outros estados brasileiros.

Em discurso, o governador destacou o impacto do setor agrícola na economia de Minas Gerais. “Quem acompanhou o noticiário viu que a economia de Minas cresceu 0,6% (no primeiro trimestre, em relação ao mesmo período do ano passado), até acima da média nacional, apesar da tragédia de Brumadinho. Mas a agropecuária cresceu 7,2%. Podemos dizer que o crescimento que tivemos em Minas foi devido à atividade de vocês. Não só no meu governo, mas na minha campanha, menciono exaustivamente que o governo tem que desatar os nós de quem quer produzir, gerar empregos e riquezas. Estamos atentos. O Estado é importantíssimo, mas não pode amarrar o setor produtivo. Podem contar com o nosso governo”, afirmou o governador.

A Epamig é vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), sendo responsável pelo desenvolvimento de novas tecnologias para o fortalecimento da agricultura e da pecuária nas diferentes regiões e condições de clima e solo de Minas Gerais.

A nova presidente ressaltou o desejo da empresa em atender a todos os setores da agricultura e dentro dos anseios da população. “Estarei sempre em busca de atender demandas do povo mineiro. A pesquisa em Minas passa por inúmeros setores. Deixo registrada minha disposição e alegria em compor esse novo governo”, disse.

Pesquisas

Já a secretária de Estado de Agricultura Ana Valentini salientou a importância da pesquisa para o desenvolvimento da economia mineira. “O trabalho da Epamig está sendo levado para diferentes regiões do país. Os mineiros precisam conhecer o quão maravilhoso é o trabalho dessa empresa”, completou, citando a técnica de produção de vinhos e espumantes, resultado da adaptação do solo mineiro à uva Chardonnay.

Os vinhos, especialmente do Sul de Minas, têm se destacado e conquistado prêmios, inclusive em concursos nacionais e internacionais. A Epamig utiliza técnica conhecida como dupla poda, uma espécie de inversão do ciclo produtivo da videira, alterando a manutenção para o inverno, quando as uvas apresentam mais aroma e concentração de cor, aumentando a qualidade do vinho.

Também participaram da solenidade o 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa de Minas, deputado Antônio Carlos Arantes; o presidente da Emater-MG, Gustavo Laterza; o presidente da Fapemig, Evaldo Vilela; o presidente da Faemg, Roberto Simões; deputados e lideranças do setor.

Crédito foto: Renato Cobucci/Imprensa MG