O Governo de Minas, por meio das Secretarias de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), recebeu documento formalizando pedido para instituição da primeira Câmara Temática mista para trabalhar a melhoria das condições de segurança nas áreas rurais do estado. A solicitação foi entregue por entidades que representam os produtores em reunião conjunta realizada na tarde desta terça-feira (17/12) em Uberaba, no Triângulo Mineiro.

Participaram do encontro os secretários de Segurança Pública, general Mario Araujo, e de Agricultura, Ana Valentini. O documento será despachado com o governador Romeu Zema e levado ao Conselho Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, para deliberação e ativação formal da Câmara Temática.

Durante o evento, realizado na sede do Sindicato dos Produtores Rurais de Uberaba, representantes de sindicatos, cooperativas e associações rurais apresentaram aos secretários e comandantes regionais das polícias Militar e Civil suas principais demandas relacionadas ao enfrentamento da violência no campo. Os secretários, por sua vez, debateram soluções, planos de ação e projetos já implementados que serão intensificados.

Entre essas soluções estão a ampliação das câmeras de segurança com leitores de placas em rotas de fuga, o cadastro de propriedades rurais, a interlocução das redes de vizinhos com a Polícia Militar, as trocas de informações entre os estados que fazem divisa com o Triângulo, a intensificação de fiscalização e a reativação da Delegacia Rural de Uberaba, com o aporte de novos investigadores e escrivães para a região.

O secretário de Segurança Pública ressaltou que a criminalidade é um fenômeno multicausal e, por isso, a importância da busca por soluções conjuntas. “Vamos estabelecer um cinturão de segurança nessas áreas e articular um encontro com os secretários de Segurança de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Goiás para trocar informações e desenvolver de ações integradas”, destacou general Araujo.

A secretária de Agricultura lembrou que os índices de criminalidade no campo caíram menos que no restante do estado. “Temos esperança de que com essa parceria a gente consiga reduzir esses índices. O produtor rural precisa ter tranquilidade para trabalhar”, afirmou Ana Valentini.

A futura ativação da Câmara Temática de segurança rural no Conselho Estadual de Segurança Pública e Defesa Social tem o intuito de propor e discutir políticas públicas que afetam o segmento, bem como indicar sugestões e soluções. “A partir de agora vamos construir um grande esforço em favor da segurança rural. Precisamos ter segurança para ter produção”, destacou a presidente do Conselho de Segurança Rural de Uberaba (Conser), Patrícia Santa Fé.

A reunião integrada também contou com a presença do prefeito de Uberaba, Paulo Piau, do secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Germano Vieira, do subsecretário de Inteligência e Atuação Integrada da Sejusp, general Nilton Moreno, do coordenador regional do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) em Uberaba, Bráulio Queiroga de Moura Filho, do presidente do Núcleo dos Sindicatos do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, Adelino José Pereira Neto, entre outras autoridades.

Integração

Durante a visita a Uberaba, o general Araujo se reuniu, também, com os comandantes das forças da 5ª Região Integrada de Segurança Pública (5ª Risp). O encontro debateu demandas e projetos para melhorias da segurança na região. O secretário ainda recebeu das mãos do coronel Peres a Medalha Primeiro Centenário do 4º Batalhão de Polícia Militar, honraria concedida a personalidades que contribuem para a Segurança Pública do estado.

Participaram da reunião o comandante da 5ª Região de Polícia Militar, coronel Lupércio Peres, o chefe do 5º Departamento de Polícia Civil, delegado-geral Francisco Motta, o comandante do 2º Comando Operacional de Bombeiros, coronel André Humia Casarim, o diretor regional do Departamento Penitenciário de Minas Gerais na 5ª Risp, Itamar da Silva Rodrigues Junior, e o diretor do Centro Socioeducativo de Uberaba, Wilson Junior, além de policiais, bombeiros e agentes prisionais e socioeducativos da região.

Já a secretária de Agricultura realizou, na parte da manhã, uma visita técnica à sede da Epamig Oeste. O Campo Experimental Getúlio Vargas, que conta com 58 funcionários, desenvolve pesquisas nas áreas de bovinocultura, com a raça Gir Leiteiro, e grandes culturas, com ênfase no melhoramento da soja para alimentação humana, cultura do trigo e nematologia.

Enviar para impressão