A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), instituição vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), vai realizar no dia 26 de agosto (quinta-feira), às 15h, uma live de lançamento do mais recente Informe Agropecuário (IA). A nova edição da revista aborda as inovações e os desafios das tecnologias de pós-colheita, uma das etapas da produção agropecuária de maior reflexo na qualidade final dos produtos. A live será transmitida ao vivo pelo canal da Epamig no YouTube.

A edição 314 apresenta informações sobre tecnologias pós-colheita para hortaliças, raízes, tubérculos, bulbos, frutas, plantas medicinais, flores, grãos e sementes. De acordo com os pesquisadores da Epamig e coordenadores do novo Informe Agropecuário; Ariane Castricini, Renata Mota e Emerson Gonçalves; os artigos envolvem aspectos como manejo pré e pós-colheita, armazenamento e conservação para garantia de redução das perdas pós-colheita, comercialização de produtos de qualidade e consumo seguro de vegetais.

Programação

A abertura da live de lançamento da nova edição do Informe Agropecuário será realizada pela presidente da Epamig, Nilda Soares, e pelo diretor de Operações Técnicas da empresa, Trazilbo de Paula. Após a abertura, a editora-chefe do IA, Vânia Lacerda, vai apresentar novidades na livraria da Epamig e nos modos de comercialização das revistas, o que inclui versões digitais.

O pesquisador da casa, Emerson Gonçalves, vai conduzir uma discussão sobre inovações e desafios das tecnologias pós-colheita. Em seguida, José Roberto Prado, da Itaueira Agropecuária, vai falar sobre produção e comercialização de frutas ‘in natura’. As pesquisadoras da Epamig, Marinalva Woods e Maira Fonseca, vão encerrar a rodada de palestras com destaque para os cuidados pós-colheita de hortaliças e plantas medicinais. A interação com o público se dará por meio de respostas às perguntas feitas no chat durante as apresentações.

Qualidade na pós-colheita

Durante toda a cadeia produtiva vegetal são adotadas técnicas para obter produtos com qualidade física, química e nutricional e que sejam rentáveis aos produtores. Contudo, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO, em inglês) estima uma perda mundial de cerca de 14% dos alimentos apenas na pós-colheita.

A manutenção da qualidade na pós-colheita até o momento da comercialização é primordial e engloba não apenas o tamanho, a cor e a integridade física dos produtos, mas, também, aspectos ligados à qualidade sensorial, resíduos de defensivos agrícolas e respeito socioambiental.

A pesquisa agropecuária se desenvolve dia após dia para solucionar esses e outros desafios relacionados à manutenção da qualidade, comercialização, conservação e minimização das perdas na pós-colheita. Nesse contexto, a nova edição do Informe Agropecuário busca difundir informações de modo a orientar os produtores sobre tecnologias capazes de garantir a qualidade dos produtos agrícolas.

Para mais informações sobre o IA 314, entre em contato pelo email publicacao@epamig.br ou ligue para (31) 3489-5002.

 

Ascom/Epamig

Foto: Arquivo/Seapa

 

Serviço:

Live de lançamento do Informe Agropecuário 314: Tecnologias pós-colheita: inovações e desafios

Data: 26 de agosto (quinta-feira)

Horário: 15h

Transmissão: Canal da Epamig no YouTube 

Páginas: 104

Preço: R$15,00

Informações: publicacao@epamig.br ou (31) 3489-5002

 

Siga a Secretaria de Agricultura nas redes sociais: Instagram - Youtube - Twitter - Facebook

Acompanhe as notícias do Estado pela Agência Minas

 

Enviar para impressão